"Que se elucide a verdade e que se faça a justiça! "

terça-feira, 11 de setembro de 2007

MAIS UMA PÉROLA DA DINDA... http://joamaral.blogspot.com/

MEIA-IDADE...HEHEHE...
Você sabe que está chegando à meia-idade quando tudo dói e o que não dói não funciona.A gente chega à meia-idade quando fazer amor nos transforma num animal selvagem: uma preguiça.Meia-idade é quando sua idade começa a aparecer na cintura!.Na meia-idade você ainda sente vontade mas não lembra exatamente do quê.Meia-idade é quando você sente vontade de se exercitar e deita pra esperar passar.Meia-idade é quando seu médico lhe recomenda exercício ao ar-livre e você pega carro e sai guiando com a janela aberta.Na meia-idade, jantares a luz de velas não são mais românticos porque não se consegue ler o cardápio. Meia-idade é quando um cara começa a apagar as luzes por economia e não para criar um clima com você.Meia-idade é quando em vez de pentear os cabelos você começa a "arrumar" os que sobram.Infância: época da vida em que fazemos caretas para o espelho.Meia-idade: a época da vida em que o espelho se vinga.Há três períodos na vida: infância, juventude e "você está com uma aparência esplêndida". (essa é ótima)Está na meia-idade? Ânimo! O pior ainda está por vir!Você sabe que está na meia-idade quando tudo aquilo que a Mãe Natureza te deu o Pai Tempo começa levar embora.Meia-idade é quando paramos de criticar a geração mais velha e começamos a criticar a mais nova.Meia-idade é quando sabemos todas as respostas e ninguém nos pergunta nada.Meia-idade é quando se alguém dá em cima de você no cinema é porque está atrás da pipoca.Meia-idade: primeiro começa a esquecer os nomes, depois os rostos, depois de fechar o zíper.Meia idade, enfim, é quando já não temos mais idade para dar maus exemplos e passamos a dar bons conselhos..."Não há cura para o nascer e o morrer, a não ser saborear o intervalo".

Um comentário:

NIRA disse...

Cláudia amiga
Zangou-se comigo?
O que parte de mim é que: A meia idade não é percebível quando somos felizes , pois a continuidade do tempo segue sem apercebermos.Faço hoje um trabalho junto com a sociedade e vejo que os adultos que mais "DOEM " são aqueles que levaram a vida a lamentar, que não amaram por isto não são amados, toenando-se pessoas amargas e doloridas. Aproveito para tirar de sua mensagem algo de bom, que vou leva-la a um curso de Gerontologia,e tenho certeza surtirá um efeito nas nossas brincadeiras. Amei amiga, sou feliz, consigo dar muito de mim, amor carinho, adoro o o ser humano como ele é.
Se posso farei uma enquete sobre a meia idade, Posso?
Vou te linkar a meu blog.
Parabéns pela linda família e mais uma vez a teu blog.
Saiba que te quero como amiga.
NIRA